Você sabe o que é TDAH? (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade)

Foto por Pixabay em Pexels.com
O que é o TDAH?

O TDAH é um distúrbio neurocomportamental de origem genética, ou seja, sempre na família vai haver alguém que apresenta os mesmos comportamentos.

Os comportamentos aparecem na infância e persistem na vida adulta, caracterizando-se por três tipos de alterações: hiperatividade, impulsividade e desatenção.

Hiperatividade: é uma superatividade motora, ou seja, a pessoa não consegue ficar quieta, está constantemente se mexendo ou falando.

No caso de uma criança, ela não para na carteira escolar, fala em excesso e dificilmente consegue se envolver em brincadeiras com regras ou que a obrigue a ficar quieta. Está sempre agitando as mãos ou os pés, corre e fica escalando móveis ao invés de ficar quieta e nunca brinca em silêncio, ou seja, está sempre emitindo ruídos.

Impulsividade: quando a pessoa é impulsiva, não consegue aguardar a sua vez na fila, freqüentemente interrompe as pessoas quando estão falando e tem uma fala desenfreada. Antes que alguém termine uma pergunta, ela já dá a resposta.

O impulsivo não consegue seguir instruções dadas. Sempre quer fazer as coisas do jeito que lhe agrada, sendo até mesmo chamado de teimoso. Começa fazer várias coisas, mas nunca termina.

Desatenção: as pessoas que apresentam a característica desatenta possuem dificuldade em se concentrar nas coisas à sua volta, ou seja, vivem “no mundo da lua” e não conseguem prender sua atenção em algo por muito tempo. Um exemplo típico é quando, ao ler um livro, no momento em que chega ao final da página já não se lembra do que leu no início.

Por conta do transtorno, um desatento comente falhas que não deveriam acontecer. Exemplo disso é uma criança que sempre perde seus materiais escolares, esquece de fazer suas tarefas e, até mesmo, não leva o lanche na escola.

 Essas crianças desatentivas apresesentam dificuldades na aprendizagem, sendo chamadas erroneamente de preguiçosas e burras. Tal situação faz com que sofram bullying na escola e por seus próprios pais.

Quais os prejuízos do TDAH?

 Logo na infância, mais precisamente no início da alfabetização, a dificuldade na aprendizagem é uma das primeiras conseqüências desse transtorno, sendo uma das principais causas do fracasso escolar.

Já na fase adulta, são frequentes os problemas nos relacionamentos afetivos, em função de sua dificuldade de se organizar para as tarefas diárias. Isso acontece também no campo profissional; não são raras as mudanças constantes de emprego e as demissões, além de um nível de desempenho abaixo da sua capacidade.

Todos esses fatores acabam levando o adulto com TDAH a desenvolver uma baixa auto-estima e, infelizmente, podem inclusive os levar a se envolver com bebidas alcoólicas ou drogas.

Quais são os recursos para tratar uma pessoa com TDAH?

O tratamento do TDAH exige um conjunto multidisciplinar de abordagens. Abaixo relacionamos alguns exemplos:

  1. Informação e conhecimento: parentes e pacientes devem pesquisar fontes de consulta sobre o assunto, além de procurar um profissional que possa orientá-los a separar aquilo que é mito daquilo que é verdade.
  2. Medicação: existem no mercado farmacológico medicamentos que auxiliam o TDAH a se estabilizar, combatendo os sintomas apresentados.
  3. Recursos psicoterápicos: a psicoterapia auxilia o paciente a recuperar sua auto-estima, tornando-o mais seguro de si, oferecendo-lhe estratégias para se organizar e facilitando seu convívio com seus pares. Uma técnica bastante eficiente é o Mindfullness, um tipo de meditação guiada pelo terapeuta que auxilia na concentração.
  4. Reabilitação neurocognitiva: a reabilitação trabalha com os défitis cognitivos característicos do transtorno, reforçando ou recuperando os aspectos que acabam levando o paciente a ter um prejuízo em sua vida cotidiana.

A NeuroclinSP possui uma vasta experiência na avaliação e no tratamento do TDAH e, por isso, oferece a seus clientes um trabalho especializado e personalizado a cada caso.

Para saber mais

Relacionamos, abaixo, alguns livros e filmes que permitem que portadores de TDAH e seus familiares possar comprender melhor o transtorno.

Livros:

  • Mentes Inquietas! Ana Beatriz Barbosa Silva, Editora Principium.
  • No mundo da Lua. Paulo Matos, Editora Casa Leitura Médica.
  • Vencendo o TDAH. Russel A. Barkley, Editora Penso.

Filmes:

  • Mommy. Do diretor Xavier Dolan. Mãe solteira e seu filho hiperativo e problemático; um dos melhores filmes de 2014.
  • O Som do Coração. Do diretor Kristen Sheridan. O personagem Evan é um exemplo clássico de TDAH, inclusive na velocidade de aprender.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: